5 dicas para se prevenir a diabetes gestacional

Durante a gravidez a mulher pode desenvolver condições orgânicas indesejáveis, e entre essas condições está a diabetes. Embora ela assuste as mulheres que desejam engravidar, é possível prevenir a diabetes gestacional com algumas medidas simples. Conheça, no post de hoje, essas medidas e também entenda um pouco mais sobre esse problema. Acompanhe!

O que é a diabetes gestacional?

A diabetes gestacional é uma condição orgânica que algumas grávidas apresentam, caracterizada pelo aumento das taxas de glicose no sangue (hiperglicemia). Porém, esse aumento acontece mesmo em mulheres que não apresentavam o problema antes de engravidarem.

Ao contrário do que o senso comum acredita, a diabetes gestacional não está relacionada com a obesidade ou o histórico familiar. É certo que esses fatores configuram-se como um risco maior para a mulher desenvolver a diabetes gestacional, porém, ela pode se manifestar também em grávidas que não tiveram aumento excessivo de peso e sem histórico familiar da doença.

Isso porque a diabetes gestacional se desenvolve devido a alterações no metabolismo da mulher gestante. Essas alterações interferem na ação da insulina, que é o hormônio que faz com que o organismo transforme açúcar em energia.

Com a ação da insulina reduzida, o pâncreas precisa liberar mais desse hormônio para compensar sua carência, e quando ele não faz essa compensação, o nível de glicose se eleva no sangue e a mulher desenvolve a diabetes gestacional.

Algumas mudanças de hábito são suficientes para que a mulher não desenvolva o problema. Confira a seguir algumas dessas mudanças.

Como prevenir a diabetes gestacional

1. Fazer uma reeducação alimentar

Mudar os hábitos alimentares é o primeiro passo para prevenir a diabetes gestacional. Isso porque é alimentando-se que a mulher ingere o açúcar que pode causar problemas para sua saúde.

Evite alimentos industrializados, doces, carnes gordas e carboidratos refinados (derivados de farinha de trigo branca). Capriche nos alimentos naturais (frutas, verduras, legumes), nas proteínas magras, em grãos e oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes). Os nutrientes garantem saúde e beleza para as grávidas.

2. Não aumentar a quantidade de comida

Durante a gravidez não se deve aumentar a quantidade de comida, mas sim melhorar sua qualidade. A mulher não precisa de comida para dois, mas de nutrientes suficientes para ela e o bebê. Assim, deve manter um cardápio variado e rico em nutrientes, e não comer em dobro.

3. Fracionar as refeições

Alimentar-se de pequenas refeições em intervalos curtos de tempo (de 2 em 2 horas) faz com que a mulher coma menos e mantenha o nível de glicose sob controle. Isso também reduz a fome nas refeições principais e a mulher consegue selecionar melhor os seus alimentos, favorecendo a digestão e aproveitamento dos nutrientes.

4. Praticar atividades físicas

Mulheres grávidas podem e devem se exercitar moderadamente para manter as funções orgânicas reguladas, controlar o peso corporal e prevenir a diabetes gestacional. As atividades físicas devem ser mantidas antes, durante e depois da gravidez.

Exercícios requerem energia, e o corpo vai buscar essa energia nas reservas naturais que possui, reduzindo a glicose no sangue e controlando também o colesterol. Além disso, exercícios fortalecem a musculatura, o coração, estimulam a respiração e o sistema circulatório.

5. Investir em alimentos integrais

Os alimentos integrais são a opção ideal para substituir os carboidratos refinados. Eles são ricos em proteínas e diversos nutrientes, além de fibras, essenciais para prevenir a diabetes gestacional. Substitua o pão francês por pão integral, assim como o macarrão, o arroz, as bolachas e biscoitos.

Além desses cuidados, a mulher não pode falhar com o seu pré-natal, e precisa comparecer às consultas para que seu médico possa controlar a sua saúde e a do bebê.

Depois da gravidez a diabetes tende a se curar, porém, a mulher entra para o grupo de risco da diabetes tipo 2. Por isso, prevenir a diabetes gestacional ainda é a melhor medida para manter a saúde durante a gravidez e depois dela.

Gosto do artigo? Então curta nossa página no Facebook e acompanhe outros temas como este!

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro