Ginecologia esportiva

Ginecologia esportiva atua na prevenção de distúrbios na saúde de atletas de alto rendimento

A ginecologia esportiva ainda não é reconhecida por muitas pessoas. A área trata de algo que está cada vez mais em voga. Afinal, a cada ano, aumenta o número de mulheres que praticam esportes, tanto profissionalmente quanto de forma amadora.

Mesmo assim, esse tipo de atenção médica é mais indicada para atletas profissionais, principalmente aqueles que podem ser considerados de alto rendimento, independentemente do tipo de esporte que praticam.

A ginecologia aplicada ao esporte é muito importante, devido às alterações que ocorrem no corpo e no organismo durante os exercícios. Alguns cuidados extras devem também passar a fazer parte do cotidiano dessas mulheres. Inclusive quando se trata da saúde íntima. Por isso, existe essa especialidade voltada somente para o público citado. Saiba mais a seguir!

Ginecologia esportiva: por que ela é tão importante para as atletas de alto rendimento?

A ginecologia é uma área de extrema importância para qualquer mulher, mas, quando esta é uma atleta de alto rendimento e dedica a vida à prática de atividades físicas, esse cuidado se faz ainda mais presente. Principalmente quando o objetivo é a prevenção de doenças.

Afinal de contas, qualquer alteração na saúde ginecológica, como mudanças ou desequilíbrios no ciclo menstrual, pode causar a diminuição no rendimento esportivo e, em casos mais graves, pode até mesmo afastá-la do esporte.

Nesse sentido, o profissional especializado em ginecologia esportiva deve ter um papel diferenciado. Ele deve orientar a mulher a conhecer melhor o próprio corpo e até indicar tratamentos que possam ajudá-la em sua performance, sem jamais afetar a saúde.

Dentre as orientações mais comuns que um médico dessa especialidade pode garantir às pacientes, podemos citar as informações a respeito de alterações hormonais, sobre o ciclo menstrual e até sobre incontinência urinária. Essa última alteração pode atrapalhar muito a vida de mulheres que praticam esportes. Além disso, cólicas menstruais e a própria TPM também são fatores que devem se manter sempre sob controle.

Porém, o principal foco desse tipo de atendimento, tão individualizado, está na prevenção de distúrbios e problemas que podem surgir devido à grande carga de atividade física, por exemplo, a ausência de menstruação e até a incontinência urinária, mais comum em atletas que sobrecarregam a região do assoalho pélvico.

O trabalho do ginecologista que se especializa em atletas é sempre realizado levando em consideração todos os pontos da vida da paciente, mas, principalmente, a atividade que ela exerce. Por isso, todo tratamento é sempre individualizado e, na grande maioria das vezes, feito em equipe, com a ajuda e a avaliação de profissionais da medicina de outras áreas, como terapeutas, ortopedistas e educadores físicos.

Trabalhando junto, esse time consegue encontrar soluções, sempre voltadas para uma melhor eficiência dos treinos, sem deixar a saúde e o bem-estar de lado. Isso vale também para a ginecologia esportiva, que atua para garantir um maior equilíbrio à paciente.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em São Paulo.

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro