higiene íntima

Como cuidar bem da sua higiene íntima

A higiene íntima é um assunto que gera muita discussão e preocupação entre as mulheres. Por vergonha ou desconhecimento, muitas pessoas acabam tendo atitudes erradas durante o cuidado e higienização da região íntima. Situação que pode acabar gerando muito desconforto e até mesmo doenças.

Quando tratamos de higiene íntima, equilíbrio é fundamental. Tanto a falta quanto o excesso de cuidados com essa região podem gerar problemas para a saúde da vagina. Ao exagerarmos nos cuidados, ou a falta total de atenção, desequilibra o grau de acidez dessa área.

Mas o que o desequilíbrio do grau de acidez da vagina pode causar? Também chamado de pH, o grau de acidez é o responsável pelo controle da ação de bactérias benéficas ao organismo nessa área. Quando está desequilibrado, esse fator pode facilitar o surgimento de diversos tipos de doenças.

Procure um ginecologista para saber sobre a higiene íntima

Os diversos tabus que envolvem as mulheres e a sexualidade ainda fazem com que muitas pessoas tenham vergonha, ou até medo, de procurar um ginecologista e cuidar da própria higiene íntima de maneira correta. Porém, essa atitude deve ser deixada de lado.

As mulheres estão cada vez mais independentes e sempre foram donas do próprio corpo. Por isso, cuidar da região íntima e procurar um ginecologista para tirar dúvidas e conseguir orientações é um passo extremamente importante e que impactará diretamente na saúde e no bem-estar delas.

Caso você tenha alguma dúvida sobre como realizar a higienização da sua região íntima ou queira se informar mais sobre esses cuidados, não hesite e procure um profissional especializado para ajudá-la e torná-la ainda mais independente.

Principais cuidados

É fundamental que toda mulher saiba reconhecer as principais características e odores presentes na própria região íntima. Dessa forma, qualquer alteração ou cheiro diferente podem ser sinais de alerta para a presença de possíveis doenças na região.

A vulva, parte externa da vagina, é uma área que acaba acumulando muita umidade, urina, gorduras e células mortas. Isso pode gerar muito desconforto na área, além de coceiras e alguns tipos de corrimentos. Por isso, para evitar essas situações, a higienização correta é extremamente importante.

De uma maneira geral, essa higienização deve ser realizada por meio do uso de um sabonete hipoalergênico em toda a região íntima, incluindo as raízes das coxas, a vulva, o ânus, o monte púbico, além dos grandes e pequenos lábios.

Ao utilizar sabonete próprio para a realização da higiene íntima, a mulher deve colocar uma pequena quantidade do produto nas pontas dos dedos. Depois disso, é fundamental que ela realize pequenos movimentos circulares na região, atingindo todas as dobras presentes nessa área. Depois desse processo, o enxágue do produto deve ser feito com a utilização de muita água corrente, para que os resíduos sejam eliminados. Para finalizar, a região deve ser secada por meio de uma toalha limpa e sem umidade.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em São Paulo.

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro