parto

Como é calculada a data do parto

No momento em que a gravidez é confirmada, diversos pensamentos passam pela cabeça da mãe. São inúmeras as perguntas e dúvidas que surgem, e cada uma merece uma resposta ― uma delas é quando o bebê nascerá. Calcular a possível data do parto não é uma conta 100% exata, pois podem ocorrer algumas mudanças no processo, que são difíceis de controlar e prever. Mas existem alguns meios de se encontrar o dia certo, com uma boa precisão.

As informações básicas para o cálculo

Primeiramente, é preciso lembrar que a gravidez dura em média 280 dias. Para algumas mulheres, pode ser um pouco mais, para outras, um pouco menos, mas esse número não sofre muita variação.

Essa diferença nos dias não costuma fazer mal para o bebê, a não ser que esteja um pouco fora do esperado. Nascimentos entre 38 a 42 semanas de gravidez são normais, mas variações tanto para mais como para menos podem trazer certas complicações.

A outra informação importante para o cálculo do nascimento do bebê é a data da última menstruação. Para mulheres com um ciclo regular, essa informação é muito valiosa, já que permitirá um cálculo muito mais preciso.

Além de ser uma ótima informação, o cálculo da data do parto ajuda a mulher a se preparar e a reconhecer quando o momento está chegando, e, assim, quando ela precisa estar mais atenta aos sinais de que chegou a hora.

O cálculo do parto

Para fazer o cálculo em si, o ponto de partida é a data da última menstruação. Então, são subtraídos os dias do ciclo menstrual dos 280 dias totais. O ciclo normal tem duração de 28 dias, então, vamos seguir esse parâmetro.

Para facilitar a conta, pegue o dia da sua última menstruação. Digamos que tenha sido no dia 1º de outubro de 2018.

Então, somam-se sete dias, chegando ao dia 8 de outubro. A partir daí, para facilitar mais a conta, são subtraídos três meses, ou 90 dias, e acrescentado um ano. Podem também ser adicionados nove meses direto. O que for mais fácil. De qualquer forma, chegamos ao dia 8 de julho de 2019.

Segundo o exemplo, essa é a data mais provável para o nascimento do bebê. Porém, é necessário que as informações estejam corretas e que o ciclo seja regular.

A ultrassonografia

Para as futuras mamães com ciclos irregulares, a ultrassonografia é a melhor maneira de determinar a possível data de gravidez. Especialmente o primeiro exame desse tipo, quando feito até a nona semana. Com o ultrassom, é possível ser muito preciso na determinação da data de concepção.

Como deu para perceber, a conta é bem simples de fazer. Para ter ainda mais ajuda, na internet existem diversas calculadoras automáticas, e até mesmo tabelas, que podem ser consultadas de acordo com a data da concepção.

Saber a data do parto é muito importante. Ela ajuda a mamãe e o papai a se prepararem, tanto no aspecto psicológico como no prático. Vale lembrar, mais uma vez, que essa conta não é 100% precisa, então, qualquer diferença em mais ou menos 15 dias está dentro do esperado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em São Paulo.

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro