Primeira gravidez: 5 dicas para mães de primeira viagem

A alegria de dar à luz, sem dúvidas, é uma daquelas de maior intensidade na vida. Segurar um filho nos braços depois de nove longos meses não tem preço e proporciona uma sensação imensurável para qualquer mãe.

No entanto, no período de gestação, quando a ansiedade toma conta e o tempo parece andar mais devagar, muitas mães de primeira viagem sentem-se assustadas ou despreparadas diante das mudanças do corpo e das novidades que aparecem a todo instante. Afinal, tudo é novo nessa etapa da vida.

Para manter-se tranquila e segura, confira com a gente 5 dicas para mães de primeira viagem e aproveite da melhor forma tudo o que a primeira gravidez tem de bom para oferecer!

1. Busque por acompanhamento médico

Ter um médico de confiança sempre ao seu lado torna-se prioridade em etapas tão importantes da vida como essa. Procure pelo acompanhamento de um ginecologista-obstetra, médico especialista em gravidez e na saúde do aparelho reprodutivo. O profissional irá olhar de perto todas as fases da gestação, verificando o desenvolvimento do embrião e analisando o aparecimento de possíveis problemas.

Essa análise apurada é chamada “pré-natal” e consiste em uma bateria de exames feitos no período da gravidez para que o médico tenha certeza de que tudo está ocorrendo bem. Assim, a própria mãe fica aliviada e pode ter uma gravidez sem preocupações.

2. Não se preocupe com as mudanças do corpo

Entre as principais mudanças percebidas pela mamãe na gestação estão aquelas de caráter hormonal. Os níveis hormonais estão desregulados por conta da gravidez e sensações como tonturas, enjoos e cansaço são extremamente normais e não devem ser motivos para preocupação.

No entanto, vale lembrar que nem toda mulher passa por esses dilemas. Há mães que não sentem enjoos durante a gravidez, por exemplo, ou que nem sentem as dores de contração. Tudo varia de mulher para mulher e deve ser tratado com a maior naturalidade possível.

3. Pratique hábitos saudáveis

A alimentação é essencial para o desenvolvimento do bebê. No entanto, tudo deve ser feito de maneira equilibrada. Comendo o ideal e de forma bem distribuída durante o dia, a mamãe não só garantirá a energia nutricional necessária a seu filho, como manterá seu corpo mais saudável com um aumento de peso médio entre 10 e 13 quilos.

Outra prática que ajuda no bem-estar durante a gravidez são os exercícios físicos. Obviamente, não é recomendado que a mamãe com 9 meses de gestação saia por aí jogando bola no fim de semana. Porém, de acordo com as recomendações do médico, ela poderá fazer exercícios leves que ajudem a manter o condicionamento físico e a diminuir a ansiedade.

4. Não se assuste com os movimentos do bebê

Conforme o tempo passa, os pais já ficam ansiosos com os primeiros movimentos do bebê: o primeiro chute, algumas pontadas a mais e cutucadas na barriga. Contudo, não são todas as mamães que estão preparadas para esses movimentos, confundindo-os com gases ou achando que algo de errado está acontecendo.

Fique tranquila e aproveite esse momento mágico. A movimentação do bebê é um sinal de que ele está crescendo ou reagindo aos estímulos de seu desenvolvimento.

5. Reconheça as contrações Braxton Hicks

Mamães que estão passando pela primeira gravidez costumam se confundir bastante quando o assunto é contração. Isso porque existem dois tipos de contração: aquelas que, de fato, indicam que o trabalho de parto está começando, e aquelas que são falsas e momentâneas, chamadas de contrações de Braxton Hicks.

Reconhecer as contrações de Braxton Hicks torna-se uma tarefa fácil com o passar do tempo. Elas são caracterizadas por serem irregulares e passam quando a mulher encontra uma posição mais confortável. Em todo o caso, fique sempre atenta quando a hora do parto estiver próxima.

As experiências da primeira gravidez são muito importantes para a mulher, pois são a partir delas que a mãe aprende sobre as mudanças do seu corpo nessa etapa da vida e se prepara melhor para os futuros dias ao lado do seu bebê, proporcionando-lhe tudo o que há de melhor!

Gostou das nossas dicas sobre primeira gravidez? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e conte-nos suas experiências!

banner-ebook

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro