desejo sexual hipoativo

Você sabe o que é Desejo Sexual Hipoativo?

Você sabe o que é Desejo Sexual Hipoativo?

A falta de desejo sexual pode ser causada por um problema grave, chamado de Transtorno do Desejo Sexual Hipoativo – TDSH. Este tipo de problema pode trazer dificuldades nas relações interpessoais, afetivas e principalmente na qualidade de vida.

Isso ocorre porque o desejo sexual envolve muito mais do que o físico, mas também sonhos e fantasias sexuais, que são provenientes do psíquico, e interferem diretamente no estilo e qualidade de vida de um indivíduo.

O que é este transtorno?

O TDSH é caracterizado pela recorrente ausência de desejo ou fantasias sexuais, afetando os relacionamentos com o parceiro. Ela é uma disfunção sexual que acomete mulheres e homens.

Esta doença aparece de forma gradual e piora com o tempo, por isso, a importância de estar atento aos sintomas. A insatisfação sexual, ao afetar o relacionamento afetivo, é responsável pelo surgimento de outros problemas na vida do indivíduo, como a depressão.

Qual a causa do Desejo Sexual Hipoativo?

As causas vão muito além de problemas físicos e libido. Ela, muita vezes, está relacionada a transtornos mentais, traumas e vivências pessoais do paciente.

Fatores biológicos

  • Doenças crônicas;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Desequilíbrios hormonais.

Fatores Contextuais

  • Privacidade;
  • Conforto;
  • Aspectos ambientais;
  • Segurança.

Fatores interpessoais

  • Incompetência do parceiro sexual;
  • Conflitos;
  • Perdas no relacionamento.

Fatores do desenvolvimento

  • Falta de educação sexual;
  • Traumas como coerção sexual;
  • Privação emocional ou física durante a fase de desenvolvimento.

Fatores culturais

  • Crenças religiosas;
  • Conduta sexual apropriada ao meio em que vive;
  • Moral.

Fatores predisponentes

  • Deformidades anatômicas;
  • Timidez;
  • Inibição.

Fatores perturbadores

  • Fadiga;
  • Estresse;
  • Preocupação com imagem corporal.

Fatores psicológicos

  • Transtorno de personalidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade.

Fatores precipitantes

  • Menopausa;
  • Infidelidade e divórcio;
  • Dependência química.

Existe algum tipo de tratamento?

Com certeza! Pesquisadores afirmam que existem duas disfunções no cérebro humano que podem desencadear o TDSH, sendo uma no cérebro frontal inferior, onde há uma contenção excessiva. A outra ocorre no lobo parietal inferior e em regiões pré-motoras, que com baixa atividade, resultam na falta de imaginação erótica.

Porém, estes não são os motivos únicos, como comentado acima. Sendo assim, não existe apenas a medicação como forma de tratamento. Muitas vezes é preciso um tratamento de psicoterapia, onde a psique, o corpo e a sexualidade serão trabalhados de maneira conjunta.

É importante entender que cada paciente tem suas individualidades, e o que dá certo para um, não é necessariamente o que o outro precisa. Sendo assim, o tratamento é individualizado, levando em consideração as particularidades de cada caso de desejo sexual hipoativo. Fisioterapia e reposição hormonal também são abordagens realizadas.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em São Paulo.

 

Posted by Dra. Cristina Carneiro in Todos