distúrbios hormonais

Distúrbios hormonais que mais afetam as mulheres

Distúrbios hormonais que mais afetam as mulheres

Os hormônios são essenciais para o funcionamento do corpo da mulher, tendo muitas vezes responsabilidade de regular a saúde física e emocional, podendo afetar a reprodução e até mesmo o humor. Muitas mulheres podem, ao longo do dia, sentir uma sensação tanto de bem-estar, quanto negativa, dependendo apenas de como seus hormônios se encontram. Problemas de saúde também podem ser desencadeados pelos hormônios desregulados.

Vejamos que tipos de problemas de saúde podem surgir mais nas mulheres por conta de distúrbios hormonais. Aprenda como identificá-los e procurar um médico especializado, antes que possam surgir complicações.

Distúrbios hormonais que mais afetam as mulheres

Hipertireoidismo

O hipertireoidismo é um distúrbio hormonal que acomete mais mulheres nas idades de 20 a 40 anos, devido a uma hiperatividade da glândula tireoide, que regula as funções do coração, do cérebro, do fígado e rins, passando a produzir hormônios em excesso.

Caso não seja tratado, esse distúrbio pode acarretar outros problemas, como aceleração e insuficiência dos batimentos cardíacos, osteoporose, fotofobia, olhos saltados, tremores, queda de cabelos, insônia, ansiedade e irritação.

O problema é descoberto por meio de um exame de sangue que mede a taxa hormonal. O tratamento pode ser feito tanto por medicação, quanto por cirurgia.

Hipotireoidismo

Diferente do hipertireoidismo, o hipotireoidismo é quando a glândula tireoide não produz hormônios suficientes para suprir o organismo.

Este distúrbio hormonal pode ser diagnosticado também por exames de sangue, que detectam quando os níveis de T3 e T4 estão baixos. Isto causa sintomas como cansaço, aumento de peso, sono em excesso, e em casos mais graves e crônicos, as doenças autoimunes.

É importante que a mulher realize exames laboratoriais anualmente, pois isto facilita o diagnóstico precoce deste distúrbio, favorecendo o tratamento tão logo apareça o problema, evitando assim que algo mais grave aconteça devido a esta disfunção hormonal.

Síndrome dos ovários policísticos

Os ovários policísticos se desenvolvem em mulheres em idade reprodutiva, trazendo consigo outros problemas, como acne, crescimento de pelos no corpo e ganho de peso. Também pode estar associada à infertilidade.

Este distúrbio é causado por um desequilíbrio hormonal que leva ao desenvolvimento de cistos nos ovários, causando problemas como:

  • Ciclo menstrual irregular;
  • Diminuição da ovulação;
  • Infertilidade;
  • Favorece o surgimento de doenças cardiovasculares;
  • Facilita o aparecimento de diabetes tipo 2;
  • Obesidade.

Este distúrbio hormonal pode ser evitado se a mulher tiver uma vida saudável, alimentação balanceada e se praticar exercícios físicos regulares.

Acne

A acne surge por um desequilíbrio hormonal ligado à testosterona, causando uma produção em excesso de sebo na pele, tornando-a mais oleosa, favorecendo o surgimento de espinhas. Quanto mais este hormônio estiver em alta, mais espinhas aparecem no rosto e nas costas.

Amenorreia

A amenorreia é uma ausência de menstruação por um período de três ciclos ou mais, consecutivos. Este problema ocorre em 5% das mulheres em idade reprodutiva. Geralmente, acontece quando há alguma doença grave, quando perdem peso de forma extrema ou quando a mulher pratica exercícios de forma intensa, exigindo um esforço corporal extremo.

O tratamento deste distúrbio hormonal é realizado de acordo com o que ocasionou o problema, abordando e tratando a causa do desequilíbrio. Pode-se também realizar terapias de reposição hormonal ou cirurgia, dependendo do caso quando analisado por um médico especialista.

Mulheres podem sofrer também com problemas emocionais

Os hormônios femininos não causam apenas problemas físicos, mas também mentais e emocionais. Alguns distúrbios hormonais podem ser a razão de problemas, como:

  • Perda da libido;
  • Estresse e depressão;
  • TPM (que acarreta problemas tanto físicos, quanto emocionais);
  • Transtornos de humor;
  • Ansiedade.

Estes problemas ocorrem devido a um desequilíbrio do estrogênio, um hormônio que também age diretamente no sistema nervoso central, atuando como regulador dos neurotransmissores do bem-estar. O desequilíbrio desse hormônio é o que desencadeia alguns distúrbios mentais.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em São Paulo.

Posted by Dra. Cristina Carneiro in Todos