Veja como tratar a infecção urinária

Idas frequentes ao banheiro, sensação de bexiga constantemente cheia e ardência ao urinar. Se você identifica estes sintomas, cuidado. Eles costumam ser sinal de infecção de urina e tratar a infecção urinária o quanto antes é fundamental para evitar complicações.

Em nosso artigo você vai compreender melhor as causas dessa doença comum entre as mulheres e conhecer tratamentos eficazes para combater e prevenir o problema. Continue a leitura para saber mais a respeito.

A infecção urinária feminina

A mulher é mais propensa a desenvolver processos infecciosos ligados ao sistema urinário porque sua uretra é mais curta. Além disso, as roupas íntimas de tecido sintético, o uso frequente de absorventes e as calças justas também favorecem o surgimento desses problemas.

As infecções urinárias que atingem as vias urinárias inferiores (uretra e bexiga) são as mais comuns. Contudo, há casos em que a doença chega às vias urinárias superiores (rins e ureteres). Cada circunstância exige um tipo de tratamento e a intervenção precisa ser feita no tempo certo.

Causas e sintomas

Além dos fatores que citamos, algumas atitudes como prender o xixi por muito tempo e relaxar na higienização da região íntima também favorecem a proliferação de fungos, parasitas, vírus e bactérias como a Escherichia coli, que causam a infecção urinária.

Os sintomas mais recorrentes da doença são: intensa dor e ardência ao urinar, dor na parte inferior das costas, urina de cor turva e cheiro forte, febre, micções frequentes com pouco volume, sensação de bexiga sempre cheia e calafrios.

Ao perceber estes sinais, não hesite: procure orientação médica para tratar a infecção urinária de maneira rápida e eficaz.

Prevenção e tratamento

Alguns alimentos e determinadas receitas caseiras ajudam a aliviar os sintomas e também a prevenir infecções do sistema urinário. Confira:

Aumentar o consumo de água

A água ajuda a diluir e aumentar a quantidade de urina, o que facilita a eliminação das bactérias que provocam a infecção.

Evitar líquidos que causam irritações na bexiga

Isso inclui bebidas alcoólicas, café, refrigerantes, energéticos, entre outros.

Recorrer à bolsa de água quente

Uma compressa morna no abdome ajuda a minimizar o desconforto.

Enriquecer o cardápio com vitamina C

Como prevenção, vale a pena aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina C. Eles ajudam a acidificar a urina, evitando que as bactérias proliferem.

Acrescentar água e leite de coco à dieta

Esses alimentos ajudam a limpar as vias urinárias e a matar a E. Coli, bactéria resistente a boa parte dos antibióticos.

Fazer banhos de assento

Para complementar a higiene íntima, banhe a região com uma das seguintes preparações: 1 litro de água fervida + 1 colher de sopa de bicarbonato; 3 litros de água morna + 2 colheres de sopa de vinagre de maçã; infusão feita com 4 colheres de tomilho, cavalinha, calêndula e sementes de linhaça em 1 litro de água.

Cada tipo e gravidade de infecção exige um tratamento diferente. Por essa razão, o diagnóstico e a orientação médica são fundamentais quando a mulher passa a apresentar sintomas de problemas urinários.

De modo geral, as terapias indicadas envolvem o uso de antibióticos conhecidos, como a Amoxicilina. Contudo, esse tipo de medicamento só deve ser utilizado com prescrição médica, no período e dose determinados pelo especialista. Essa recomendação é ainda mais relevante para pacientes grávidas.

Gostou do conteúdo sobre como tratar a infecção urinária e quer saber mais a respeito da saúde da mulher? Confira nosso artigo sobre como prevenir doenças femininas e fique por dentro de dicas e orientações sobre câncer de mama, candidíase, câncer de colo do útero, pré-eclâmpsia, miomas uterinos, entre outros!

Comentários

Posted by Dra. Cristina Carneiro